PURITA


[crónicas de Lx.]

Ir a Lx. em trabalho é um suplício, é uma terra que me consome um bocado, as pessoas parecem imunes à simpatia, e a praça da alimentação (o que só por si já é um conceito terrífico) das amoreiras asfixia, aquela sala, a papelada, valeram umas pataniscas de bacalhau num sítio castiço e o espírito...
Eu sei que é parolo, mas faz-me falta o [meu] mar...que alívio estar de volta.

Agora tenho dois ou três dias para me mentalizar que uma segunda ida é inevitável!

13 Responses to “[crónicas de Lx.]”

  1. # Anonymous Anónimo

    bem lá vou eu à defesa da minha cidade e da população... afinal não vou, ela não necessita de defesa.

    lucas  

  2. # Blogger NL

    As Amoreiras, e em particular a praça da alimentação, são um bom exemplo do que acontece quando não se deixa a luz de Lisboa entrar e fazer o seu trabalho. Pois é, fica triste...  

  3. # Blogger laura

    Vens a Lisboa e desperdiças o teu tempo na "praça de alimentação" das amoreiras? tss tss... Quando cá voltares convido-te para uns petiscos num terraço sobre a cidade :) (e sim, aspirar é do pior!)  

  4. # Blogger intruso

    (também detesto as amoreiras....... e a antipatia na qual tropeço com frequência)


    p.s.
    dizia ontem alguém no eléctrico; "ai minha rica Almada..."

    risos  

  5. # Blogger [A]

    bairristas  

  6. # Blogger Naked Lunch

    "ai mouraria..."  

  7. # Blogger Jazz Manel

    Eu vivo cá e estou um bocado farto desta confusão!!!  

  8. # Anonymous Anónimo

    Vá, não é uma capital péssima...comparada com outras aqui da Europa, Lisboa é uma aldeia perdida na serra.

    bj  

  9. # Anonymous Anónimo

    (abssinto)  

  10. # Blogger Jazz Manel

    Anónimo Manuel:com o mal dos outros podemos nós bem!!!  

  11. # Blogger Huckleberry Friend

    Acredito que vir a Lx em trabalho seja um suplício, porque viver e trabalhar em Lx também pode sê-lo. Não é o meu caso: vivo na capital há vinte e tal anos, trabalho nos arredores, mas defendo-me (e defendo o amor que tenho à cidade) fingindo, por vezes, que não sou de cá, que vim à descoberta, deixando-me encantar por Lisboa. Não é difícil, é questão de querer... e a cidade merece. Beijos, Purita!  

  12. # Anonymous Gomezzz

    Eu moro cá e em Chelas e ainda não morri :-D  

  13. # Blogger merdinhas

    Vê lá se para a próxima dizes qualquer coisa.
    (eu sei que é o roto a dizer ao nú mas não deixa de ser verdade o que digo)  

Enviar um comentário



XML

Powered by Blogger

make money online blogger templates



© 2006 PURITA | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.