PURITA


mèrde, il pleut

Nunca gostei de andar à chuva.
Não devo ser poeta suficiente para gostar de sentir as gotas de chuva a cair-me na cara, enquanto giro de braços abertos e me sinto livre.
Quando apanho chuva o cabelo não fica sexy, cai, pingado, fico a parecer um cão vadio.
Sou o lado decadente da chuva.

4 Responses to “mèrde, il pleut”

  1. # Anonymous dudududududud

    Pá... é o teu cabelo e o meu! É um luxo, uma coisa inimaginável... Hogogoso!  

  2. # Anonymous guevara

    há os poetas o lado rosa... tu és a poeta do lado negro!
    LINDO! (clap clap clap)  

  3. # Anonymous Mary no país das maravilhas

    Eu gosto dos dias de chuva em que posso ficar em casa...aí sim é bom ver as gostas a escorrer nos vidros e sentir o cheiro a terra molhada...Mas sequinha e do lado de dentro  

  4. # Blogger manualdedeus

    podes não te sentir sexy, mas de certo que haverá gente que ao ver de t-shirt molhada já deve pensar de maneira oposta à tua.  

Enviar um comentário



XML

Powered by Blogger

make money online blogger templates



© 2006 PURITA | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.